Compartilhar este post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Musculação X Treinamento Funcional

Olá, amigos! Nesse post vamos conversar sobre uma modalidade que está sendo muito discutida tanto nas academias como fora delas: o treinamento funcional. Vamos ver suas vantagens e desvantagens e compará-las à musculação.

Treinamento Funcional!? O que será isto?
Como o próprio nome diz é treinar para uma função específica, isto é, um treinamento voltado para o aprimoramento de uma habilidade especifica. E realmente, o treinamento funcional é de suma importância para o aprimoramento físico. Vou mais longe, o treinamento funcional é algo imprescindível para o treinamento de várias outras modalidades desportivas. Mas em que consiste o treinamento funcional? Consiste em treinarmos o atleta, simulando as necessidades do mesmo, em determinadas atividades, para potencializar sua performance, especificamente, nessas áreas. Isto se faz simulando de modo extremo todos os movimentos necessários para determinada modalidade, trabalhando-se estabilização, força, explosão, resistência…enfim, uma gama de exercícios para melhorar a performance.
Mas como em todo treinamentreinamento-funcional1-240x300to, vem a moda e com isto a utilização excessiva de determinados exercícios funcionais dentro de uma sala de musculação. Tenho visto pessoas fazendo exercícios funcionais, sem que haja nenhuma necessidade especifica, parecendo mais que se preparam para o “Cirque du Soleil”. O treinamento funcional não foi feito para modelar o corpo, e sim para melhorar a performance sobre vários aspectos específicos..
Tenho observado pessoas nas salas de musculação se equilibrando e agachando numa bola, sem que haja nenhuma necessidade de aprimorar o equilíbrio (surfistas, skatistas, etc )
Erroneamente, essas pessoas acham que por trabalhar mais a musculatura estabilizadora estarão trabalhando e modelando mais a musculatura.
Devemos lembrar que a musculação com pesos livres já trabalha a musculatura estabilizadora o suficiente e devemos lembrar também que para o agachamento ter intensidade é primordial uma boa base, para que possamos nos focalizar na execução até a falha, e não ficarmos preocupados em não cair.

Antes de inventarmos exercícios desnecessários e às vezes perigosos, devemos nos lembrar que treinar com pesos livres é extremamente benéfico para a musculatura estabilizadora, tanto que para iniciantes é mais seguro usar máquinas. Então, se seu objetivo é construir um corpo forte e saudável, melhorar a estética e a saúde, treine musculação; mas se seu objetivo é treinar para uma função especifica… o treinamento funcional é o caminho.

Um grande abraço e bons treinos!

Marcos Jordão

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e recomendar publicidade. Ao navegar por nosso site, você concorda com nossa política de privacidade

× Envie-nos uma mensagem